Caso Lorrany: Justiça converte em preventiva a prisão do suspeito

0
Prisão do suspeito foi convertida em preventiva durante audiência de custódia  (Foto: Ilustração/SSP)

O suspeito de matar a menina Lorrany Kethilly Santos, de seis anos, no bairro Santa Maria, na noite da última quarta-feira, 20, participou de audiência de custódia nesta sexta-feira, 22, e teve a prisão temporária convertida em preventiva.

Ricardo Alves da Costa, 42 anos, foi preso ontem  e confessou à polícia ter matado e ocultado o corpo da menor. De acordo com a polícia, o suspeito pegou a menina na rua onde ela morava, no bairro Santa Maria, e a levou para casa dele, onde manteve contato íntimo com a menor. Depois eles foram para o Morro do Avião, local onde matou e escondeu o corpo.

O corpo de Lorrany foi sepultado na manhã desta sexta-feira no cemitério São João Batista, no conjunto Costa e Silva, na capital.

Por Karla Pinheiro

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais