Caso William: investigação termina sem identificar autoria do crime

0
Caso William: investigação termina sem identificar autoria do crime (Foto: Arquivo Pessoal)

Após praticamente um ano, a Polícia Civil não identificou os responsáveis pela morte de William Santos Andrade, 24. O jovem foi executado na porta da própria casa, no conjunto Fernando Collor, em Nossa Senhora do Socorro. As investigações já terminaram e o caso não foi elucidado.

O inquérito já foi remetido ao poder judiciário. De acordo com o delegado Antônio Sérgio, do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), foram feitos vários procedimentos. Ainda assim, o caso terminou sem solução. “Contamos com a participação da Divisão de Inteligência da Polícia Civil, mas não conseguimos chegar aos suspeitos. Também não descobrimos a motivação”.

No curso do inquérito, foram analisadas imagens de câmeras de segurança do local e ouvidos familiares da vítima. Anteriormente, acreditava-se na hipótese de homicídio, já que o carro de William não foi levado.

Por não ter envolvimento com o crime, a polícia acreditava que o assassinato tenha sido antecedido por roubo, configurando latrocínio. “Era um rapaz de bem. Não tinha relação com drogas, nada”, lamentou o delegado.

O jovem foi assassinado no dia 23 de julho de 2017, ao chegar em casa. Dois homens em um veículo se aproximaram e um deles efetuou os disparos de arma de fogo.

Por Victor Siqueira

Comentários