Cidade de Gararu espera laudo da Emdagro

0

Cidades do interior sergipano sofrem com a falta de água
Quatro cidades do interior sergipano, já sinalizaram, junto a Defesa Civil, que irão declarar estado de emergência por conta da seca. No entanto os municípios precisam apresentar toda a documentação exigida pelo órgão competente.

O coordenador da Defesa Civil do Estado, Major Erivaldo Mendes, explicou que é preciso receber alguns documentos para realizarem a homologação do pedido de abastecimento de água através dos carros-pipas.

“Temos a informação de que Canidé do São Francisco, Porto da Folha e Monte Alegre e Gararu irão precisar do abastecimento, mas é preciso enviar documentos respondendo uma série de questões de responsabilidade do próprio município, como a quantidade de pessoas que serão atendidas, quais as localidades que estão mais necessitadas, dentre outras, para que seja feita a homologação do pedido junto ao governo do estado” ressaltou.

Segundo o coordenador de defesa civil de Gararu, Cleber Damião dos Santos, tais documentos já foram encaminhados à defesa civil do estado.

“A única coisa que estamos esperando é um laudo de perda, que é feito pela Emdagro. Não depende mais do município, estamos esperando desde o último dia 9, quando preparamos toda nossa documentação. Só não entendo o porquê da demora da Emdagro”, questionou Cleber.

Damião também informou que todo o processo de vistoria na cidade já foi feito, cumprindo todas as exigências da defesa Civil. ”Já fizemos os levantamento e constatamos a falta de água nos tanques. Estamos nos mobilizando para suprir as necessidades da nossa cidade”, informou Cleber Damião.

A equipe do Portal Infonet tentou entrar em contato com o setor responsável da EMDAGRO, mas não obteve sucesso. A equipe foi informada que as pessoas que poderiam falar a respeito do assunto, não estariam na empresa no momento.

No entanto, mesmo antes da chegada dessa documentação junto à defesa civil, o Major Mendes informou que já estão antecipando o cadastramento dos carros-pipas na cidade de Gararu.

“Assim que chegar toda a documentação, faremos a homologação junto ao Estado, mas estamos antecipando o cadastramento para que a ação de abastecimento comece imediatamente, após a homologação”, pontuou.

Abastecimento

Apenas poço redondo está sendo abastecida por carros-pipas
Apenas na cidade de Poço Redondo, o atendimento já começou a ser feito pelos carros-pipas. “Nós já fizemos toda a ação em poço Redondo. Revisão de cadastramento dos carros-pipa e começamos a operar com 16 carros, atendendo aproximadamente 10 mil pessoas em 35 localidades da zona Rural” informou o Major Erivaldo Mendes.

Segundo o técnico da Secretaria de Agricultura, José Carlos Aragão, a cidade que tem o abastecimento oferecido através da Deso sofre com a falta de água. “A informação que temos é que a adutora superou sua capacidade de abastecimento e que eles estão fazendo uma reforma para atender a comunidade”, comentou.

Carlos também informou que a quantidade de carros tem suprido inicialmente a demanda, mas sempre aparecem mais algumas localidades reclamando da falta de água. “Acredito que iremos precisar de mais alguns carros no futuro” reforçou.

Comentários