Com manifestações MST deflagra “Abril Vermelho” em SE

0
MST realiza Ato Abril Vermelho (Fotos: Portal Infonet)

Sergipe é um dos nove estados a receber da jornada conhecida como “Abril Vermelho”. A grande mobilização faz parte do Movimento dos Sem-Terra (MST), que culminou no fechamento da BR-101, próximo à entrada da cidade de Itaporanga, na manhã desta quarta-feira, 17. Neste momento, o MST ocupa a Praça Fausto Cardoso, no Centro da Capital. Desde o início do mês, o movimento vem realizando mobilizações para cobrar da presidente Dilma Rousseff a apresentação de um plano emergencial para o assentamento das 150 mil famílias em todo o País.

Itaporanga

Após o protesto de hoje, o grupo do MST, que reside nos assentamentos Padre Josino, Darci Ribeiro e Dorcelina Folador, foi recebido na manhã desta quarta-feira, pela prefeita de Itaporanga D’Ajuda, Maria das Graças (Gracinha-PSDB). Na ocasião, os assentados apresentaram a pauta de reivindicações, onde pedem mais qualidade de vida das comunidades. Entre os pedidos, estão o abastecimento de água e transportes para os assentamentos, além de cesta básica para as famílias carentes.

Movimento ocupa praça

Às famílias, a prefeita Gracinha prometeu estudar as reivindicações e encaminhá-las para as secretarias responsáveis, a fim de que uma solução seja encontrada. Prometeu ainda, construir 28 casas para os assentados. As obras devem começar nos próximos dias. Ainda na reunião, os assentados aproveitaram para agradecer a prefeita Gracinha pela colocação de energia elétrica no Assentamento Padre Josino, que há mais de 10 anos vivia as escuras.

A mobilização acontece também em memória aos 21 sem-terra mortos no Massacre de Eldorado dos Carajás, no Pará, no dia 17 de abril de 1996.  Segundo nota divulgada pelo movimento, o MST “denuncia a paralisação do processo de criação de assentamentos, causado pela lentidão do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra) e pela intervenção do Poder Judiciário no andamento dos processo de desapropriação”.

Por Eliene Andrade com informações do Ascom/MST

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais