Comissão que seria de três passou para cinco integrantes

0

A constituição da comissão que vai ouvir o sr. Flávio Conceição teve lances curiosos. A comissão deveria ter apenas três membros: Venâncio Fonseca, Augusto Bezerra e Angélica Guimarães. Foi organizada pelo líder do governo, Venâncio Fonseca. Foi então que a oposição viu que não havia ninguém representando-a. Aí o deputado Belivaldo Chagas indicou mais dois nomes, o dele próprio e do deputado Ulices Andrade.

A presidência da Casa aceitou a indicação e a comissão ficou com cinco membros. O deputado Venâncio Fonseca garantiu a presidência e a relatoria ficou com o deputado Augusto Bezerra, o que não chegou a ser exatamente uma surpresa.

Mas, é bom saber que o deputado Augusto Bezerra até ontem dizia que votaria no deputado José Carlos Machado. Como o nome do deputado federal não chegou à Assembléia, ele passou a apoiar Flávio Conceição.

Reunião “secreta”      

Quando a Comissão vai se reunir? Bom, a princípio seria terça-feira. Mas, o fato é que a comissão foi convocada “secretamente” para a manhã de sexta-feira, a partir das 9h, na sala das comissões. Era para ninguém saber, mas vazou e ficou todo mundo com a pulga atrás da orelha.

Por que reunião secreta? Dizem alguns experientes observadores da Assembléia que o depoimento de Flávio Conceição a esta comissão seria apenas pró-forma. Agora, não, agora vai ter que ser prá valer.

A Assembléia reúne-se agora na quarta-feira, dia 27, para referendar o seu nome. A votação vai ser em aberto, até porque não há outros concorrentes. O Presidente Antônio Passos declarou que nesta sessão do dia 27 permitirá que o pequeno expediente seja usado pelos deputados para temas livres.


Por Ivan Valença

 

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais