Defesa Civil de Aracaju monitora áreas de risco

0
A Defesa Civil de Aracaju esteve no Japãozinho na manhã deste sábado (Foto: Portal Infonet)

Equipes da Defesa Civil de Aracaju continuam em alerta na manhã deste sábado, 8. As equipes estiveram em áreas consideradas de risco no intuito de realizar o monitoramento do local e auxiliar a população nos transtornos causados pelas chuvas. A Prefeitura de Aracaju disponibilizou o número emergencial 199, através da Secretaria da Defesa Social e da Cidadania (Semdec), para atenção à população em funcionamento 24h.

Trabalho de escoamento das águas na avenida Euclides Figueiredo (Foto: André Moreira)

De acordo com o coordenador da Defesa Civil de Aracaju, major Sílvio Prado, uma das áreas visitadas foi o Japãozinho. “Agora pela manhã fomos para o Japãozinho, pois é uma área que possui casas interditadas e sempre que chove fazemos o monitoramento para evitar que ocorram deslizamentos de terra. Também interditamos parcialmente o fundo de uma casa que desabou na Rua das Pedras, mas ninguém se feriu”, informa.

A Empresa Municipal de Serviços Urbanos (Emsurb) permanece com mais de 500 trabalhadores atuando no monitoramento de canais e atendendo à demandas relacionadas à queda de galhos e árvores na cidade. Mesmo não atrapalhando o trânsito, neste sábado, a Emsurb já realizou a remoção de uma árvore na avenida Tancredo Neves, que caiu em decorrência das chuvas.

Transferência de famílias

Segundo a Prefeitura de Aracaju, aproximadamente 20 famílias que estavam instaladas nas partes mais críticas do prédio da antiga clínica Santa Maria foram transferidas voluntariamente para o espaço onde funcionava o Centro de Referência de Assistência Social (Cras) Terezinha Meira, no bairro Veneza, onde recebem apoio e acompanhamento de profissionais da Assistência e da Saúde, como psicólogos e assistentes sociais.

por Aisla Vasconcelos
com informações da PMA

Comentários