Detran: investigação sem conclusão há quase dois meses

0
(Foto: Arquivo Portal Infonet)

Há cerca de dois meses da operação da Polícia Federal que apreendeu uma vasta documentação no Departamento Estadual de Trânsito (Detran) o caso permanece sem uma resposta. Na ocasião, a equipe do Portal Infonet indagou os agentes da PF sobre a operação, mas a informação é que eles estavam impedidos de falar sobre o caso. A operação da PF ocorreu no final de janeiro deste ano.

Na manhã desta quarta-feira, 26, o Portal voltou a entrar em contato com a Polícia Federal que não se pronunciou. Em contato com a 36º zona eleitoral, que expediu a ordem de segredo de Justiça, a informação do chefe do cartório é de que a investigação da PF é feita pelo delegado Adriano Moreira.  O Juiz Marcel de Castro Britto foi quem determinou o sigilo na investigação.

O chefe do cartório, Marco Freire, explicou ainda que o inquérito não foi encerrado porque o delegado analisa uma extensa documentação.

Documentos jogados

Um dia após o cumprimento de mandados de busca e apreensão na sede do Departamento de Trânsito de Sergipe (Detran/SE), o Portal Infonet flagrou diversos documentos, entre eles, cópias de RG, CPF, CNH e até provas escritas, jogadas nas proximidades de um mangue no conjunto Santa Lúcia, bairro Jabotiana, em Aracaju. A Polícia Federal não confirmou relação com a documentação descartada e a investigação, mas o órgão chegou a entrar em contato com o Portal pedindo mais informações sobre o endereço.

Relembre

A operação investiga a distribuição irregular de carteiras de motorista, no período eleitoral, quando da gestão do presidente e candidato a deputado federal, Bosco Costa. Na época, a operação também chegou à residência do ex-presidente do Detran Bosco Costa, localizada à rua Nossa Senhora de Lourdes, na cidade de Moita Bonita e na casa dele em Aracaju, além da residência da ex-prefeita Leda Costa.

Por Kátia Susanna

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais