Diretor da Usip acusado de estupro é exonerado do cargo

0
Diretor da unidade permanece afastado. (Foto: Portal Infonet)

O diretor da Unidade de Internação Provisória (Usip) acusado de estupro contra uma funcionária terceirizada foi exonerado do cargo e não possui mais nenhum vínculo com a Fundação Renascer. Na manhã desta quinta-feira, 23, a coordenadora e delegada da Delegacia de Atendimentos a Grupos Vulneráveis (DAGV), Mariana Diniz, foi questionada sobre o assunto e tornou a dar a versão apresentada pela Secretaria de Estado da Segurança Pública (SSP/SE) de que o caso segue em segredo de justiça.

Delegada Mariana Diniz fala sobre o caso em coletiva de imprensa. (Foto: Portal Infonet)

A coordenadora Mariana Diniz foi sucinta e afirmou que o processo permanece sob investigação da DAGV, “Esse caso está sendo investigado pela delegada da mulher, Renata Aboim, e corre em sigilo”, respondeu a delegada. Recentemente, Portal Infonet obteve acesso à informação de que o diretor prestou depoimento na mesma delegacia durante a quarta-feira, 8 de janeiro, mas o teor do depoimento também não foi detalhado na oportunidade.

A tendência é que os detalhes da investigação sejam divulgados pela delegada Renata Aboim somente após a conclusão do inquérito policial, que atualmente está em fase de tramitação, conforme a SSP.

O caso

Uma funcionária terceirizada da Usip alegou que foi vítima de estupro na casa do acusado. O crime teria ocorrido dia 21 de dezembro de 2019 em Aracaju. A partir da acusação, a SSP instaurou um inquérito e o diretor foi afastado temporariamente do cargo.

No seu depoimento, a mulher relatou que foi à casa do acusado para acertar um trabalho extra na residência dele como faxineira e acabou sendo vítima de estupro. O advogado Aloísio Vasconcelos, que está atuando como assistente da mulher, pediu medida protetiva alegando que a vítima está se sentido ameaçada.

O Portal Infonet tentou ouvir o advogado que atua na defesa do acusado, mas não obteve êxito. O portal permanece à disposição e informações podem ser enviadas por e-mail jornalismo@infonet.com.br ou por telefone (79) 2106 – 8000.

por Daniel Rezende

 

A matéria foi alterada às 17h33 a pedido da Fundação Renascer para correção de informação fornecida pela SSP. 

Comentários