Dores: homem morto em lixão era investigado por roubo de motos

0
Corpo em estado de putrefação e com marcas de disparo de arma de fogo (Foto: Grupo WhatsApp Notícias Alerta/Arquivo)

O homem encontrado morto próximo ao lixão do município de Nossa Senhora das Dores cumpria pena por tráfico de drogas e estava sendo investigado pela Polícia Civil por envolvimento em outro tipo de crime: roubo de motocicletas. De acordo com informações da assessoria de imprensa da Secretaria de Estado da Segurança Pública, o corpo de Jerferson Moura Albuquerque, que era conhecido como Cheng, já estava em estado de putrefação quando foi localizado no lixão da cidade na tarde da segunda-feira, 13.

O inquérito policial para investigar a morte de Cheng foi instaurado e está sendo conduzido pela equipe da Polícia Civil de Nossa Senhora das Dores. Os familiares foram intimados a comparecer à Delegacia de Polícia Civil da cidade, mas até o momento não foram à unidade policial para prestar maiores esclarecimentos sobre a vida da vítima.

Jerferson Moura Albuquerque estava em liberdade condicional e deveria cumprir a pena até março de 2024, por tráfico de drogas. Ele foi preso e autuado em flagrante por tráfico de drogas no dia 26 de setembro de 2017. No imóvel onde residia, no Beco da Vaquejada, os policiais encontraram uma certa quantidade de maconha embalada em papel laminado, que estaria preparada para a comercialização. As embalagens estavam escondidas em uma parte do quintal da casa.

Na época, conforme os autos, a mãe do acusado autorizou os policiais a entrar na casa durante as diligências, acreditando que nada de ilícito seria encontrado no imóvel. No dia 10 de dezembro de 2018, a juíza Anna Paula de Freitas Maciel, da Vara Cível e Criminal da Comarca de Nossa Senhora das Dores, decretou a sentença, condenado o acusado à pena de prisão: seis anos, cinco meses e 23 dias, além de pagamento de multa.

Ele permaneceu preso até o dia 25 de janeiro do ano passado, quando foi contemplado com progressão do regime e foi posto em liberdade para cumprir o restante da pena em regime aberto, obrigado a comparecer periodicamente em juízo para justificar suas ações e atualizar o endereço.

Na tarde da segunda-feira, 13, o corpo de Jerferson foi localizado em uma área de difícil acesso. O Instituto Médico Legal identificou marcas provocadas por disparo de arma de fogo no corpo da vítima. As investigações prosseguem.

por Cassia Santana

Comentários