Entidades comemoram Dia da Mulher e protestam contra violência

0

Programação iniciou no Calçadão da rua João Pessoa (Fotos: portal Infonet)
A União Brasileira de Mulheres (UBM), a Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil (CTB/SE) e os sindicatos filiados anteciparam as comemorações pela passagem do Dia Internacional da Mulher [8 de março] para esta quinta-feira, 3. A programação iniciou com a exposição “Retratos da Violência Contra a Mulher em Sergipe”, além de um ato público no Calçadão da rua João Pessoa, Centro. Na ocasião, a presidente da UBM, Ivânia Pereira, lamentou os registros de violência contra a mulher em Sergipe.

“Para se ter uma idéia, de janeiro a fevereiro de 2011 foram registradas nas delegacias de Sergipe 300 casos de violência contra a mulher, sem contar com os casos em que as mulheres não denunciam porque não se sentem amparadas pelas políticas sociais. É lamentável. Nós

Ivânia Pereira, presidente da UBM
aproveitamos a oportunidade para repudiar a maneira como as autoridades locais definem esses casos, registrados na Delegacia de Grupos Vulneráveis. As mulheres, crianças, adolescentes não são vulneráveis. É preciso que as delegacias das mulheres mostrem a cara. Nós somos mulheres, cidadãs de direito e não somos vulneráveis dentro da sociedade”, entende Ivânia Pereira.

Ela destacou que apesar da violência sofrida pelas mulheres, a classe tem sim o que comemorar. “Nós antecipamos as comemorações porque o dia 8 de março cai no meio do Carnaval e estamos aqui não só denunciando a violência contra a mulher, mas os avanços, o progresso. Estamos nas universidades em todos os cursos, em todas as áreas. Temos uma maior participação da mulher na política, a primeira mulher na Presidência da República”, enfatiza.

A programação segue com atos relâmpagos na Grande Aracaju, visita ao município de Laranjeiras para acompanhar o caso de uma mulher violentada e, a partir das 18h30, uma Mesa Redonda no Sindicato dos Bancários, com o tema: “Uma Vida sem Violência é um Direito das Mulheres”. Em seguida, show com a cantora Virgínia Fontes no espaço cultural do sindicato.

Por Aldaci de Souza

Comentários