Esgotamento Sanitário em passa a atender integralmente a população

0
Investimentos foram de R$ 32.156.552,22 e evitará a contaminação e poluição do Rio Sergipe (Foto: ASN)

Inserido na Bacia do Rio Sergipe, o município de Nossa Senhora das Dores, a 71 Km de Aracaju, tem um grande aliado na luta contra a proliferação de inúmeras doenças parasitárias e infecciosas e da degradação do rio. Implantado pelo Governo de Sergipe, por meio da Secretaria de Estado do Desenvolvimento Urbano e Sustentabilidade (Sedurbs), e Companhia de Saneamento de Sergipe (DESO), o Sistema de Esgotamento Sanitário hoje já atende integralmente à população, beneficiando aproximadamente 21.290 habitantes, em cerca de 4.300 imóveis no município.

O investimento foi de R$ 32.156.552,22 provenientes do Programa Águas de Sergipe, a obra é composta por uma rede coletora de 50.483 metros de extensão, 2.078 metros de emissários, uma estação elevatória de esgotos e uma estação de tratamento, cuja função é receber os dejetos sanitários e devolvê-los ao meio ambiente devidamente tratados e livres de contaminação.

Concluída e inaugurada em junho de 2018, a estação estava em pré-operação, tendo em vista a necessidade de testes dos dispositivos que compõem todo o sistema: caixa de areia, reatores, sistema DAFA (digestor anaeróbico de fluxo ascendente), duas lagoas facultativas aeradas, caixa de cloração e leito de secagem. A partir de agora ela passa a operar integralmente, atendendo a toda a zona urbana do município.

Com a implantação do sistema de esgotamento sanitário, a população da cidade do Médio Sertão Sergipano dará um salto na sua qualidade de vida, uma vez que estará livre de diversas doenças ocasionadas pela ausência de saneamento básico, bem como a bacia hidrográfica do Rio Sergipe não mais será poluída e contaminada pelos dejetos sanitários.

O diretor de Meio Ambiente e Expansão da Deso, Gabriel Campos, explicou os ganhos possibilitados pela rede de esgoto no município, lembrando que, para cada R$ 1,00 investido em saneamento, você consegue poupar outros R$ 5,00 em saúde. “Essa obra, fruto do programa Águas de Sergipe, vai permitir o melhor aproveitamento do uso, tratamento e distribuição de água ao longo dos diversos municípios que compõem a bacia do Rio Sergipe, este rio tão importante que dá nome ao nosso estado, o que faz do município um dos cinco maiores privilegiados receptores de investimentos na área de saneamento”, colocou o gestor.

Fonte: Agência Sergipe de Notícias

Comentários