Essa história de bebidas na estrada… – Ivan Valença

0

Stanislaw Ponte Preta, se vivo fosse, com certeza incluiria a recente Medida Provisória editada pelo governo proibindo a venda de bebidas alcoólicas nas faixas de domínio das rodovias federais, no Festival de Besteira Que Assola o País, o célebre Febeapá, por se tratar de um atentado ao livre comércio, e como se a venda de bebidas nas proximidades das rodovias fosse a responsável pelos elevados números de acidentes. E as estradas esburacadas? E a ausência de sinalização? E a precária fiscalização nos veículos e bebuns? E os loucos de toda espécie portando habilitações outorgadas pelo poder público? E…?

Aliás, por conta desta proibição, a situação em Sergipe é preocupante. Os postos reduziram o seu movimento entre 40% e 60% e pelo menos 14 pequenos estabelecimentos de alimentação já fecharam as portas. O sr. Álvaro Ergelander, presidente da Abrasel-SE, participa em Brasília de uma assembléia envolvendo várias entidades – entre elas a ABIH – para estudar o problema a nível nacional, talvez até ingressando com uma ação na Justiça. Ele é de opinião que a proibição da venda agride o Código do Consumidor.

 

Comentários