Galões de água mineral estariam com prazo de validade vencido

0

A comercialização de galões com água mineral pode ser prejudicada na região metropolitana de Aracaju devido a uma falha no sistema de distribuição de vasilhames. Pequenos fornecedores acusam a Indaiá, responsável pela distribuição dos garrafões na capital, de disponibilizar os vasilhames com prazo de validade vencido.

De acordo com o vereador Josenito Vitale de Jesus, o Nitinho (DEM), que acompanha uma manifestação dos vendedores, uma portaria do Departamento Nacional de Produção de Água Mineral determina que todos os galões devem ser usados comercialmente por até três anos. “O que acontece é que a Indaiá está recolhendo os novos e entregando os velhos de 2003 e 2004”, conta.

A promotora de Justiça dos Direitos do Consumidor, Euza Missano, disse que nenhuma denúncia foi formalizada no Ministério Público Estadual (MPE), mas fala que diante das informações veiculadas pela imprensa nesta terça-feira, 13, vai marcar uma reunião em caráter de urgência com a Vigilância Sanitária e demais órgãos envolvidos.

A diretoria da empresa Indaiá não foi localizada para comentar o assunto.

Comentários