Ibama informa quem atende a urgências durante a greve

0

Os servidores do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) de todo o país encontram-se em greve. A paralisação iniciou no dia 4 de maio por tempo indeterminado. O protesto aborda algumas reivindicações de greves anteriores que não foram atendidas pelo governo federal.

De acordo com a assessora de Comunicação do Ibama/SE, Marilene Silvestre, durante o período que perdurar a greve dos servidores, a população em geral poderá socorrer-se aos órgãos ambientais estadual e municipal para denunciar a ocorrência de crimes ambientais e resolver problemas que não sejam de exclusiva competência do Órgão ambiental federal, conforme previsto na Lei nº 9605 – Lei de Crimes Ambientais.

A greve foi deflagrada porque o Governo Federal deixou de encaminhar ao Congresso Nacional, até o dia 20 de abril, um instrumento de Lei contemplando todas as propostas elaboradas pela comissão de reestruturação da Carreira de Especialista em Meio Ambiente, conforme aviso ministerial nº 43/06 da ministra Marina Silva; e, por não ter apresentado solução para os problemas constantes do relatório da Comissão de reestruturação da Carreira de Especialistas em Meio ambiente.

Servidores do Ibama no Distrito Federal deliberaram em assembléia a reivindicação da correção das tabelas salariais da carreira em 38,83% referente ao INPC/IBGE do período de janeiro de 2002 a julho de 2005; a criação do cargo de Fiscal Ambiental Federal; a inclusão de dispositivos que estabeleçam critérios para o preenchimento dos cargos comissionados existentes no Ibama; exigir que a direção do Ibama apresente os dados referentes às multas lavradas que estão sendo contestadas e a solução dada pela Procuradoria Geral Especializada do Instituto; exigir que a Direção do Ibama crie uma Comissão Paritária destinada a apresentar proposta de Política de Recursos Humanos para o Instituto.

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais