Laranjeiras: polícia pedirá prisão de incendiários

0

O incêndio está sendo investigado pela polícia
Um dia após a manifestação de populares no município de Laranjeiras, a polícia investiga a participação dos supostos líderes do ato que terminou no incêndio de três ônibus. Foi levantado suspeitas na cidade de que o incêndio pode ter sido ocasionado por um ato político.

De acordo com o Diretor da Coordenadoria de Polícia Civil do Interior (Copci), Fernando Melo, o caso está sendo investigado com bastante rigor em conjunto com o delegado do município de Laranjeiras. Para a polícia os principais líderes que teriam comandado a manifestação estão identificados e alguns já foram ouvidos na delegacia.

O delegado Fernando Melo salientou que não pode atribuir a manifestação a um ato político, mas afirmou que durante esta terça-feira, 10, entrará com ação no judiciário pedindo a prisão de cerca de quatro a cinco pessoas. O diretor da Copci não citou nomes.

A polícia afirmou que pedirá a prisão dos líderes da manifestação
A prefeitura de Laranjeiras encaminhou nota através da assessoria de comunicação Empauta. Segue a nota na íntegra:

A Prefeitura de Laranjeiras vem a público esclarecer a verdade em relação aos atos de vandalismo ocorridos na manhã desta segunda-feira, 9, que ocasionaram a queima de três ônibus da empresa São Pedro, responsável pelo serviço de transporte intermunicipal.

Vale frisar que esse serviço é de inteira responsabilidade da empresa e fiscalizado e regulado na esfera estadual. A qualidade e a quantidade dos ônibus que circulam em Laranjeiras são as mesmas que em outros municípios de igual porte, como Riachuelo, Maruim, Areia Branca etc. Ou seja, os problemas que ocorreram em Laranjeiras são comuns a outras cidades e enfrentados pelos usuários do transporte intermunicipal, não sendo, justificável, o ato de vandalismo como forma de protestar por um melhor serviço.

O que se viu na manhã da segunda-feira foi um ato não só de vandalismo, mas criminoso, encabeçado por pessoas conhecidas e sabidamente baderneiras, além de envolvidas diretamente com a disputa político-partidária, inclusive, algumas delas, filiadas a partidos políticos.

Tais pessoas se aproveitaram de um clamor popular e, travestidas de uma manifestação pública, tiraram proveito político através do tumulto, promovendo diversos atos ilegais, como a destruição de propriedade privada e pública, além de colocar a população em risco.

Em momento algum, como afirmaram os autores assumidos dos atos criminosos, inclusive através de inúmeras entrevistas aos órgãos de imprensa local, houve omissão por parte da administração municipal em relação ao transporte intermunicipal. A Prefeitura já atuou junto à empresa, conjuntamente com populares, o Ministério Público Estadual e o Legislativo, no sentido de pressionar seus representantes para a melhoria das condições de transporte.

Lógico que por ser uma situação bem mais ampla e não depender somente do Município, nem todos os problemas foram solucionados ainda. Independente do fato, a Administração Municipal mantém a mesma posição de cobrar e exigir dos representantes da empresa um melhor atendimento à população, que paga pelo serviço prestado.

No mais, como todos os cidadãos de bem de Laranjeiras, aguardamos uma posição enérgica por parte da Polícia, que já instaurou inquérito para apurar os responsáveis pelos atos em desacordo com a lei ocorridos em nosso município. Com certeza, tais criminosos não ficarão impunes e pagarão pelos prejuízos causados.

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais