Mangabeiras: cadastro vai identificar se famílias possuem moradias

0
Cadastro ocorre nesta quinta-feira, 9 (Foto: Assistência Social)

A Secretaria Municipal de Assistência Social realiza nesta quinta-feira, 9, o cadastro das famílias da ocupação Mangabeiras localizada no bairro Santa Maria.

Este cadastro será realizado por cerca de 214 famílias da Ocupação das Mangabeiras que não estão cadastradas para o programa habitacional e para as famílias já cadastradas para o Pró-Moradia poder assinar os contratos dos aluguéis sociais.

Segundo a Secretaria de Assistência Social de Aracaju, após o cadastro, as famílias passarão por processo de análise de perfil e cadastramento para um banco de dados reservado para programas de habitação futuros. Neste mapeamento do cruzamento de dados, o município pretende identificar se algum ocupante possui moradia popular ou já está cadastrado em algum benefício social.

Ontem, famílias que reivindicam auxílio da prefeitura fizeram filas para realizar o cadastro( Foto: Líder Ane Mangabeiras)

De acordo com a secretária da Assistência Social de Aracaju, Simone Passos, as novas famílias cadastradas poderão ser incluídas em programas habitacionais posteriormente. “Estamos no último dia do Plantão Social, aqui no Cras do 17 de Março. Além das famílias cadastradas, os nossos técnicos estão recebendo as famílias que chegaram ao local após o nosso cadastramento. Essas famílias não serão inseridas nesse programa, que já está com o processo todo fechado e não pode ser alterado. Conseguimos identificar muitas dessas pessoas, sabemos que algumas possuem residências em Aracaju, no interior do estado; outras são familiares de beneficiários de projetos de habitação anteriores, entre outros fatores que as impossibilitariam de serem inseridas em projetos de habitação”, informa.

A secretária esclarece ainda que não há ordem de despejo, mas um processo de realocação das famílias. “Não vamos tirar ninguém a força. É algo que vem sendo feito com muito diálogo e dando total autonomia aos moradores. Aqueles que, de fato, não possuem para onde ir, vamos estudar alternativas, como já estamos fazendo”, conclui Simone.

Reivindicação

Mais de 200 famílias da ocupação Mangabeiras, no Bairro Santa Maria, estiveram na quarta-feira, 8, no Centro de Referência de Assistência Social (CRAS) do 17 de Março para reivindicar o auxílio moradia. Segundo os manifestantes, eles estão para deixarem o local sem a concessão do aluguel social e também não estão inclusos no programa de habitação popular.

por Aisla Vasconcelos

Comentários