Moradores da Euclides Figueiredo fazem manifestação

0
Comunidade queimou pneus e troncos de árvores (Foto: facebook aracajuagoranotícias)

Obras inacabadas e falta de saneamento foram alguns dos motivos que levaram os moradores da Avenida Euclides Figueiredo, na Zona Norte de Aracaju, a iniciarem uma manifestação na manhã dessa terça-feira, 27.

De acordo com o morador Anselmo Pereira da Silva, as obras são da Companhia de Saneamento de Sergipe (DESO) e da Empresa Municipal de Urbanismo (Emurb). “Não tem cabimento essa avenida ficar desse jeito. Os comerciantes daqui estão fechando seus negócios. Eu mesmo fechei o meu, aluguei o ponto e a pessoa já desistiu e me devolveu. Ninguém aguenta esses buracos. Quando chove tudo aqui fica alagado”, reclamou.

No início da manhã os moradores queimaram pneus e troncos de árvore e segundo eles, outras manifestações serão realizadas até que sejam tomadas as providências. “Nós não vamos mais aceitar essa situação. Faremos manifestações até que alguém venha resolver essa bagunça que deixou aqui”, afirmou Anselmo.

Agentes da Superintendência Municipal de Transporte e Trânsito (SMTT) de Aracaju estiveram no local para orientar o fluxo de veículos na região e a Polícia Militar também esteve presenta para tentar desobstruir a via.

Órgãos

De acordo com a Assessoria de Comunicação da Prefeitura de Aracaju, os maiores problemas existentes na avenida Euclides Figueiredo atualmente foram provocados por uma obra da Companhia de Saneamento de Sergipe (Deso), que construiu um emissário de esgoto e não recuperou o trecho da via. Diante da situação, a prefeitura de Aracaju, através da Empresa Municipal de Obras e Urbanização (Emurb) está desobstruindo a rede de drenagem, que está com muita areia, o que impede a passagem da água, e está atuando com uma patrol para melhorar o pavimento.

Ao mesmo tempo, o prefeito Edvaldo Nogueira assinou na manhã desta terça-feira (27) a ordem de serviço para realização das obras de urbanização do loteamento Moema Mary e construção de um muro de contenção no morro que fica próximo à localidade, o que terá impacto positivo na avenida Euclides Figueiredo. Em entrevista à imprensa sergipana, o prefeito fez um apelo ao presidente da Deso, Carlos Melo, para que a companhia possa realizar suas obras na cidade com planejamento informando antes à Emurb. Ele propôs ainda um convênio entre Deso e Emurb, para a recuperação do asfalto nas vias que já sofreram intervenções da empresa estadual.

A assessoria da Deso ficou de dar um posicionamento, mas até a publicação da matéria não recebemos nenhuma nota. Permanecemos à disposição pelo 2106-8000 ou pelo jornalismo@infonet.com.br

*A matéria foi alterada às 17h44 para acréscimo de informações da prefeitura

Por Alcione Martins

Comentários