MP quer resolver problemas de buracos nos calçadões

0

Emurb diz que empresas deixam calçadão deteriorado após serviços
Os buracos nos calçadões do Centro da capital, gerados muitas vezes pelos serviços de manutenção e conserto por parte das concessionárias de água, energia e telefone, foram tema de audiência no Ministério Público do Estado (MP) na manhã desta sexta-feira, 8. Apenas esteve presente a Companhia de Saneamento de Sergipe (Deso).

A reunião foi presidida pelo promotor de Meio Ambiente e Urbanismo Gilton Feitosa. De acordo com o assessor de imprensa da Empresa Municipal de Obras e Urbanização (Emurb), Ademar Queiroz, o órgão não participou da reunião porque o chamado do MP não chegou a tempo de se destinar um técnico que o representasse. Entretanto, ele ressaltou que as quatro empresas costumam deixar alguns pontos do calçadão deteriorados.

“Temos uma equipe exclusiva para atuar na manutenção do piso do calçadão, mas esse problema dos buracos é recorrente”, explicou. Segundo ele, ao fazer qualquer trabalho, os reparos onde são feitas as intervenções é de responsabilidade das empresas. “Às vezes nós temos que comunicá-los para que façam o serviço”, acrescentou.

Entre os reparos feitos nos calçadões estão, principalmente, a recolocação das grelhas de drenagem, responsáveis por cobrir os córregos por onde passam o esgoto. O representante da Deso na audiência, José Barreto, disse que a empresa sempre faz as correções necessárias onde executa qualquer serviço. Não há previsão de uma próxima audiência para ouvir as outras partes.

Comentários