Muito trabalho para o novo secretário de Segurança Pública

0

Daqui para frente o novo secretário de Segurança Pública do Estado, Luiz Antônio Araújo Mendonça, terá um trabalho e tanto na “reforma” do sistema penitenciário do Estado. É que, mais uma vez, o Complexo Penitenciário Carvalho Neto, localizado no município sergipano de São Cristóvão, há 15 km da capital, foi alvo de mais uma fuga de presos. A primeira, ocorrida no último dia 17 de dezembro, colocou nas ruas três presos de alta periculosidade. Dessa vez, o número de fugitivos é ainda maior. Na noite da última terça-feira, dia 31, 10 detentos fugiram e só dois foram recapturados. Na sua declaração, diante da primeira fuga de presos, o coronel Bosco já alertava sobre o risco, quando ressaltou que em épocas como Natal, São João, Pré-caju e Carnaval as fugas são mais freqüentes, e deixou claro que aquele não é um presídio de segurança máxima. “Quem disse que o presídio é de segurança máxima? As pessoas falam que o presídio é de segurança máxima e que tem até cerca elétrica, mas isso não existe. A arquitetura do presídio não oferece essa estrutura. Nem policiamento temos direito”, afirma o coronel Bosco. De segurança máxima ou não, o novo secretário terá, de agora em diante, muito trabalho mesmo.

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais