Navios de guerra da Marinha atraem crianças e adultos em Aracaju

0
Crianças e adultos se encantam com os navios (Fotos: Portal Infonet)

A Capitania dos Portos encerra no final da tarde deste sábado, 9, a visitação pública aos dois navios de guerra da Marinha, que estão atracados no cais do Mercado Central de Aracaju desde a sexta-feira, 8. Por dois dias, a população teve a oportunidade de conhecer de perto as funções dos Navios-Varredor (NV), utilizados para identificar e desativar possíveis minas lançadas no mar por inimigos estrangeiros.

Gabriel: “vou contar a história que inventei lá dentro”

São modelos semelhantes àqueles utilizados na II Guerra Mundial, fabricados em estaleiro alemão em 1971 para a Marinha Brasileira. Atualmente, estas embarcações são usadas para adestramento [treinamento] da equipe da Marinha capaz de atuar em caso de ocorrência de guera, conforme explicações do sargento Nilton Alves, artilheiro-chefe do Navio Varredor Atalaia.

Muita gente, em grupos ou isoladamente, visitou os navios nestes dois dias. As crianças ficam encantadas e os adultos também. Gabriel Santana, de apenas seis anos, por exemplo, não esconde a vontade de chegar na escola para contar a novidade. “Vou contar pra meus amigos a história que inventei lá dentro”, disse, entre um pulo e outro. Mas, ele não dá detalhes sobre esta história. Resumiu, dizendo que vai dizer os detalhes da cabine de comando dos navios. “Ele ficou impressionado com a cabine de comando”, diz a contadora Meire Santana, mãe do garoto. “Trouxe aqui para mostrar para ele como um navio funciona, para ele ter um pouco de conhecimento”, justifica a contadora.

Sargento Nilton explica detalhes sobre as funções do navio

Os dois navios são subordinados ao Comando da Força de Minagem e Varredura da Marinha, que tem base no 2o Distrito Naval de Salvador. Eram seis navios deste porte, mas dois foram desativados em decorrência da idade. Os quatro permanecem, utilizados para treinamento, e sempre são colocados à visitação pública pela Capitania dos Portos.

Os Navios-Varredor Atalaia e Albardão têm capacidade para deslocar 253 toneladas, medem 47,2 metros de comprimento e atingem velocidade de até 22 nós (aproximadamente 41Km/h). Conforme a Capitania dos Portos, estes navios foram construídos em madeira e metal amagnético. Os Varredores têm como atividade principal realizar a varredura de minas de contato e de influência, utilizando equipamentos capazes de detoná-las a uma distância segura ou neutralizá-las.

por Cassia Santana

Comentários