OAB critica falta de recesso forense para advogados

0

A decisão do Pleno do Tribunal de Justiça do Estado de Sergipe em manter o pequeno período de recesso iniciado hoje, 26, até dia 29 de dezembro foi criticada pelo presidente da OAB/SE, Henri Clay Andrade. “A resolução do TJ é conservadora e contraditória”, classificou.

Em decorrência da revogação das férias coletivas feita pelo Supremo Tribunal Federal, a OAB/SE protocolou requerimento pleiteando a ampliação do recesso forense de 20 de dezembro a 06 de janeiro de 2007. Essa, inclusive, foi a orientação do Conselho Nacional de Justiça.

“Não dá para entender. Até porque o TJ já havia programado paralisação para o mês inteiro de janeiro. Todos os juízes e Desembargadores gozam férias anuais de 60 dias. É justo e humano que os advogados tenham a possibilidade de descanso, ao menos por 15 dias”, enfatizou Henri Clay.

 

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais