Obra na H. Fontes chega à fase de recomposição do pavimento asfáltico

0
Obra do Corredor Hermes Fontes chega à fase de recomposição do pavimento asfáltico (Foto: André Moreira)

A obra de infraestrutura e requalificação viária do corredor Hermes Fontes, executada pela Prefeitura de Aracaju a partir de três frentes de trabalho, iniciou, nesta terça-feira, 28, mais uma etapa do projeto: a recomposição do pavimento asfáltico das vias que compõem esse corredor.

Assim, além das intervenções nas redes subterrâneas implantadas nas avenidas Hermes Fontes e Adélia Franco, estão sendo executados, também, serviços de ajustes das dimensões dessas duas vias e também da avenida Empresário José Carlos Silva, que, juntas, formam o corredor Hermes Fontes, e aplicação de nova camada asfáltica.

O serviço de recomposição do piso das vias do corredor Hermes Fontes foi iniciado, nesta terça, a partir da Praça da Bandeira, no sentido Norte/Sul da Hermes Fontes, em direção à avenida Dr. Edelzio Vieira de Melo, trecho que recebeu 120 toneladas de asfalto.

Nas demais frentes de trabalho, que atuam, no decorrer desta semana, em trechos das avenidas Adélia Franco e José Carlos Silva, os serviços de manejo e nivelamento do solo, remoção do antigo canteiro central e construção das primeiras ilhas onde serão implantados os novos pontos de ônibus têm avançado conforme o cronograma do projeto executivo da obra.

No corredor Hermes, de forma inovadora, o pavimento das vias contam, além das sub-bases e bases, com uma camada intermediária construída com binder, um material derivado de asfalto, porém mais grosso, poroso e usado em vias com tráfego mais intenso de veículos de grande porte.

Isto significa que a nova malha viária deste corredor terá mais durabilidade e mais resistência ao tráfego dos ônibus. De acordo com o secretário municipal da Infraestrutura, Sérgio Ferrari, todos os corredores do Projeto de Mobilidade Urbana de Aracaju são importantes, mas este da Hermes Fontes é emblemático porque possibilita novos horizontes para a dinâmica urbana.

“Além de ser um corredor por onde passam diariamente milhares de aracajuanos, também é uma das principais vias de interligação entre as zonas Norte e Sul da cidade. Por isto que o pavimento deve ter estas propriedades técnicas mais resistentes. Aplicamos a camada de binder em todo este primeiro trecho da Hermes Fontes, e a partir da Edélzio [Vieira de Melo] aplicaremos nos locais onde for preciso “, explica o secretário.

O projeto

Esta obra é executada a partir de um investimento superior a R$20 milhões, feito pela Prefeitura de Aracaju com recursos conveniados junto ao governo federal.

Esse novo corredor tem 6,8 km de extensão e contará com novas estruturas, como sinalização, calçadas e rampas de acessibilidade, de modo a proporcionar mais conforto e segurança aos milhares de condutores, pedestres e usuários do transporte coletivo que trafegam diariamente pelas três avenidas.

Trânsito

O corredor continua com três frentes de trabalho: a primeira, na avenida Hermes Fontes, no sentido Sul (Centro/Orlando Dantas), no trecho entre a Praça da Bandeira e a rua Euclides Paes Mendonça; no sentido contrário da via, no mesmo trecho, está montado um binário para a circulação de veículos.

Na segunda frente de trabalho do corredor, o trânsito permanece bloqueado no sentido Norte da avenida Adélia Franco, no trecho entre o cruzamento com as ruas Manoel de Oliveira Martins e Gutemberg Chagas; o fluxo de veículos está sendo desviado e há um estreitamento de pista na via.

A terceira frente de trabalho também está concentrada no sentido Norte da avenida José Carlos Silva, no trecho entre a rotatória do Conjunto Orlando Dantas e o antigo retorno próximo ao cruzamento com a rua João Batista Machado. No sentido contrário está formado um binário para garantir a trafegabilidade dos veículos.

 

Fonte: AAN 

Comentários