ONGs avaliam programa de construção de cisternas

0

No período de 19 a 22 de outubro, representantes das ONGs Centro Dom José Brandão de Castro (CDJBC), Diaconia, Caatinga e Terra Viva, que são unidades gestoras microrregionais (UGMs) da Articulação do Semi-árido Brasileiro (ASA), participam da Oficina de Avaliação do Plano de Monitoramento Participativo do Projeto ASA-OXFAM-BLF.

 

Durante o encontro, que acontecerá no Instituto Xingó em Canindé do São Francisco, a partir das 8h30, membros das equipes de monitoramento das quatro organizações vão avaliar as atividades do plano durante este ano relacionadas ao Programa de Formação e Mobilização Social para a Convivência com o Semi-Árido: Um Milhão de Cisternas Rurais (P1MC).

 

Também serão apresentados e discutidos os resultados do plano nos encontros regionais e nas comunidades contempladas com a experiência em Pernambuco, Sergipe e Rio Grande Norte, locais onde as quatro UGMs participantes da oficina atuam.

 

Nos quatro dias de oficina, vão ser definidas estratégias para a divulgação dos dados e disseminação da experiência do Plano de Monitoramento Participativo no âmbito da ASA Brasil junto às comunidades que integram as UGMs e para parceiros e instituições.

Comentários