Órgãos fazem força-tarefa para evitar venda e queima de fogos

0
As fiscalizações seguem durante os próximos dois dias, com monitoramento frequente até o final de junho (Foto: Emsurb)

Com a proibição da venda e queima de fogos de artifício durante o período junino deste ano, a véspera de São João foi iniciada em Aracaju com uma fiscalização em pontos específicos da capital. A ação conjunta foi desenvolvida pela Empresa Municipal de Serviços Urbanos (Emsurb), órgãos operacionais da Secretaria Municipal da Defesa Social e da Cidadania (Semdec), o Governo do Estado e o Corpo de Bombeiros Militar do Estado de Sergipe (CBMSE).

A operação atende ao decreto municipal nº 6.158, que recomenda que a população não acenda fogueiras e solte fogos de artifício durante o ciclo junino em razão da pandemia. Segundo informações do Corpo de Bombeiros, não houve apreensões durante a fiscalização.

As equipes estiveram em locais onde a venda destes produtos já é tradicional, a exemplo das proximidades da praça Dr. Ranulfo Prata (Cruz Vermelha), o entorno da Central de Abastecimento de Sergipe (Ceasa), ambos no bairro Getúlio Vargas e a região dos mercados centrais.

Segundo informações da Prefeitura de Aracaju e do Corpo de Bombeiros, nenhum comerciante está autorizado a vender fogos de artifício durante o período junino deste ano, havendo, inclusive, a possibilidade de advertências, apreensão do material e sanções administrativas em casos de descumprimento.

As fiscalizações seguem durante os próximos dois dias, com monitoramento frequente até o final de junho.

por Juliana Melo e  Verlane Estácio

Comentários