Padrasto é acusado de alugar arma para enteado assaltar vigilante

0
Equipes do BPM de Lagarto localiza e prende suspeitos em Lagarto (Foto: PM/SE)

O padrasto de um dos adolescentes envolvidos em ato infracional análogo a assalto ocorrido em Lagarto teria alugado a arma utilizada no assalto ocorrido na manhã da quinta-feira, 15, que deixou ferido o vigilante Geraldo Andrade. De acordo com informações da assessoria de imprensa da Secretaria de Estado da Segurança Pública, os adolescentes apontados como autores do ato infracional foram apreendidos e um deles teria confessado que o padrasto teria alugado a arma para que eles pudessem praticar atos análogos a assalto na cidade.

A Secretaria de Estado da Segurança Pública (SSP) já identificou todo o grupo envolvimento. Conforme a SSP, os dois adolescentes suspeitos foram apreendidos e o casal suspeito de ter alugado a arma ao padrasto de um dos adolescentes foi preso. O casal responderá por tráfico de drogas e aluguel de arma para a prática de delitos, segundo a assessoria de imprensa da SSP.

A equipe do 7° Batalhão da Polícia Militar de Sergipe iniciou a operação assim que o assalto ocorreu no centro da cidade de Lagarto e foi encerrada no início da noite da quinta-feira, 15, com a prisão do casal. O padrasto é conhecido como Daniel e está foragido, segundo informações da SSP.

O casal suspeito pelo aluguel da arma foi localizado na própria residência, em Lagarto, durante as diligências realizadas pela equipe do 7° BPM. Dentro da casa dos suspeitos, os policiais militares encontraram balança de precisão, supostamente utilizada para pesar a droga que é disponibilizada para comercialização, embalagens comumente utilizadas para armazenar cocaína [pinos] e um caderno de anotações com nome de supostos clientes do comércio ilegal de drogas, conforme informações da assessoria de imprensa da SSP.

Os suspeitos foram encaminhados para a Delegacia da Polícia Civil de Lagarto e estão sendo investigados por tráfico de drogas e aluguel de arma para prática de crime. Conforme a SSP, o rapaz preso [identificado pela polícia como traficante] confessou que teria “emprestado” a arma a Daniel, que seria padrasto de um dos adolescentes envolvidos no ato infracional e garantiu que não sabia informar qual seria o objetivo de Daniel com aquela arma.

O vigilante foi assaltado, pela manhã, em frente a um anexo da Escola Municipal Adelina Maria, no centro da cidade de Lagarto. Um dos adolescentes disparou o tiro que o deixou ferido. O caso já começou a ser investigado pela Polícia Civil, conforme a SSP.

Huse

A assessoria de comunicação do Huse informou que Geraldo Andrade continua em observação na ala vermelha do hospital e o estado de saúde continua grave.

por Cassia Santana

*A matéria foi alterada às 11h50 para acréscimo de informações do estado de saúde da vítima
Comentários