Polícia Militar garante acompanhamento a ônibus da linha 607

0
PM garante acompanhamento a ônibus da linha 607  (Foto: arquivo Portal Infonet)

A Polícia Militar (PM), a Polícia Civil, Guarda Municipal e Sindicato dos Trabalhadores do Transporte Rodoviário de Sergipe (Sinttra) se reuniram, na manhã desta segunda-feira, 1º de outubro, para buscar soluções para o problema da linha 607 – Santos Dumont/Mercado, que está paralisada por tempo indeterminado.

No encontro, ficou definido que a PM continuará fazendo o acompanhamento do ônibus em todo o seu trajeto e promovendo abordagens no caminho e a Guarda Municipal irá intensificar o patrulhamento nos terminais de integração de Aracaju. Já a Polícia Civil irá iniciar investigações para identificar as pessoas que vêm ameaçando os motoristas e cobradores.

O tenente-coronel Vivaldy Cabral, comandante do policiamento da capital, classificou os fatos como “absurdos”. “A população está sendo prejudicada por um grupo de marginais que resolve ameaçar trabalhadores. Não se trata de assaltos ou roubos, mas sim de pessoas que não querem pagar passagem. O Estado está adotando as medidas para que isso seja resolvido”.

Essa série de medidas será levada aos profissionais do transporte, que irão avaliá-las em assembleia nesta tarde.

Entenda

No dia 27 de setembro, os ônibus da linha 607 pararam de circular pela primeira vez. A razão é a constante violência durante o itinerário. Motoristas e cobradores vinham sendo ameaçados por pessoas que recusavam a pagar tarifa, pulando catracas e promovendo atos de vandalismo nos coletivos.

O Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros de Aracaju (Setransp) divulgou que outras linhas estão em estado de alerta pelo mesmo motivo, como as que operam em localidades como Povoado Cardoso, Conjunto Parque dos Faróis, Conjunto Jardim, Bairro Santa Maria e Aquários.

Por Victor Siqueira

Comentários