PM rebate denúncias de irregularidade na compra de alimentos

0

Camarão, alcatra e bacalhau são alguns dos alimentos que teriam sido adquiridos pela Polícia Militar de Sergipe para compor a refeição dos policiais do estado, de acordo com denúncia propagada na imprensa local nos últimos dias. De acordo com o capitão Marco Carvalho, assessor de comunicação da PM, a informação não procede.

De acordo com a denúncia, mais de R$ 300 mil foram gastos na compra das iguarias gastronômicas em pregões licitatórios, mas os policiais sergipanos nunca teriam visto as carnes citadas em suas refeições. Para o sargento Vieira, da Caixa Beneficente da Polícia Militar, este é um fato que deveria levar o Ministério Público Estadual (MPE) a investigar a situação.

Mas para a corporação tudo não passa de um grande mal entendido. A assessoria de comunicação, através do capitão Marco Carvalho, explicou que a empresa vencedora fornecerá os alimentos durante o período de 14 meses para o total de seis mil policiais, o que descaracteriza o teor de exagero contido na denúncia.

 

Comentários