PMA quer regularizar moto frete

0

Moto frete pode ser regularizado em Aracaju (Fotos: Portal Infonet)
Uma audiência no Ministério Público Estadual para tratar do serviço de moto frete que seria realizada na manhã desta quarta-feira, 08, foi adiada por conta da mudança de promotoria no caso. Mas o diretor de trânsito da Superintendência Municipal de Trânsito e Transporte (SMTT), Major Paiva falou a reportagem do Portal Infonet como está a situação do serviço na cidade e contou que a Prefeitura Municipal de Aracaju quer regularizar o serviço.

De acordo com Paiva o serviço que ainda está irregular na cidade. “Hoje a situação está regulamentada por legislação federal, então o Conselho nacional de trânsito (Contran) já estabeleceu como tem que ser o curso que o motorista de moto frete tem que ter, além dos equipamentos de segurança do veículo e do condutor. Cabe a SMTT verificar se estão os motoristas estão adequados e assim fornecer a ponto“, informa.

Major Paiva disse que deve haver um entendimento com o Detran
Paiva disse ainda que cabe ao Detran emplacar as motos que servem para o moto frete com a placa vermelha e assim desenvolver as suas atividades sem problema.

Moto Táxi

Com relação ao serviço de moto táxi, o diretor da SMTT falou que a Prefeitura continua entendendo que a motocicleta não é um veículo adequado para fazer o transporte de pessoas.

“A moto não consegue levar a todos, idosos, deficientes físicos, pessoas obesas e outras pessoas com restrição e elas acabam não tendo acesso a esse tipo de veículo. Além disso, é um veículo cujo o grau de acidentes é muito maior que outros veículos, então por essas e por outras razões que já foram debatidas, o Município de Aracaju continua entendendo que a motocicleta não é um veículo adequado para o transporte de passageiros”, afirma Paiva.

Segundo o diretor de trânsito Major Paiva, a SMTT continua o trabalho de fiscalização. “Nossa média de atuação é de 60 veículos por mês, os motoristas que forem flagrados realizando esse tipo de transporte, serão autuados com multa de R$ 85,13 de acordo com o código nacional de trânsito e também na autuação da lei municipal que prevê que o veículo seja apreendido e seja aplicada uma multa de R$ 319 sendo na reincidência o valor cobrado em dobro”, finaliza.

Por Bruno Antunes

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais