Rodoviária Nova: Polícia esclarece ligação entre as duas mortes

0
Vídeo mostra acusados de matar (Foto: reprodução/ SSP)
A Polícia Civil já começou a esclarecer a ligação entre as duas mortes que ocorreram nas imediações do Terminal Rodoviário Governador José Rollemberg Leite, a Rodoviária Nova – o do corpo de uma mulher conhecida como “Moreninha”, encontrado em estado avançado de decomposição, e o do homem, identificado como Felipe Roberto Santos Nascimento, 24, assassinado à pauladas na madrugada da quinta-feira, 12.
Delegada Luciana Pereira explica a ligação entre os casos (Foto: Portal Infonet)

De acordo com a delegada Luciana Pereira, do Divisão do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), Felipe Roberto é acusado de matar a mulher e abandonar o corpo no matagal, ao lado da rodoviária. Ambos teriam se desentendido por causa de um aparelho celular. “Descobrimos que esse homem a havia matado e que moradores de rua da região, com raiva, por vingança, ceifaram a vida dele”, esclareceu a delegada.

Seis pessoas são flagradas por câmeras de segurança no momento do assassinato de Felipe, por volta das 2h da madrugada. No vídeo cedido pela Secretaria de Segurança Pública (SSP) é possível ver que os homens passam com pedaços de madeira, e logo em seguida, voltam correndo.

Até o momento, três homens foram presos. São eles: Juvenal Cravo Santos, conhecido como “Matu”, Clécio Weltman Lima, o “Coroa” e Tiago da Conceição, o “Índio”. O trio está preso na 4ª Delegacia Metropolitana.

Corpo da mulher estava abandonado em matagal (Foto: reprodução/redes sociais)

O corpo da mulher foi farejado, na quarta-feira, 12, pelo cachorro de moradores da região, que acionaram a polícia. As causas da morte e a identificação da serão esclarecidas através de laudos do Instituto Médico Legal.

As investigações continuam para tentar encontrar os outros três suspeitos pelo assassinato de Felipe Roberto.

por Jéssica França

Comentários