Polícia investiga morte de dona de casa em Estância

0
(Foto: Arquivo / Portal Infonet)

A Polícia Civil de Estância, município do Sul sergipano, em parceria com o Departamento de Homicídios e Proteção a Pessoa Física da capital (DHPP) já iniciou as investigações para apurar a morte da dona de casa Lucineia Brasil Santos, 32 anos, que foi assassinada pelo suposto companheiro da vítima, na noite do último domingo, 30.

De acordo com a polícia de Estância, o crime ocorreu na residência do casal, que fica localizada na Travessa Cajueirinho, no bairro Bomfim, periferia da cidade. Lucineia foi assassinada com golpes de arma branca na região do pescoço e outro nas costas. Após o crime, o companheiro de Lucineia, conhecido como ‘barriga’ evadiu-se do local.

Emoção e tristeza marcaram o velório da dona de casa realizado na manhã desta terça-feira, 1º, no Cemitério da Cruz Vermelha, no Centro de Estância.

Estatística homicídios

De acordo com um levantamento promovido pela Delegacia da Mulher de Estância, a morte da dona de casa ocorrida no último domingo, 30, foi a única registrado em 2014. Os mesmo dados apontam que em 2013 uma mulher foi vítima da violência na cidade.

“Os dois homicídios a mulher que registramos do ano passado para cá foram casos que envolveram companheiros, então são crimes que não se tem como prever. Fazemos apenas um trabalho repressivo. Foram registrados mais de 100 inquéritos de 2013 até agora, e mesmo após fazer a denúncia, muitas mulheres vem aqui e retiram a queixa. Apuramos e foi constatado que a vítima do último domingo, a dona de casa, nunca prestou nenhuma queixa ao companehiro. É preciso uma maior atuação da melhor, elas tem que perder o medo e denunciar, para que nós possamos tomar as medidas cabíveis”, disse a escrivã da Delegacia da Mulher de Estância, Camila Tojal.

Por Leonardo Dias e Kátia Susanna

Comentários