Polícia não conclui inquérito sobre morte de sargento

0
Sargento Borges chegou a balear um suspeito que morreu (Foto: reprodução/ redes sociais)

A Polícia Civil ainda não concluiu o inquérito policial instaurado no Complexo de Operações Policiais Especiais (Cope) para investigar a morte do sargento Marcos Antonio Borges de Campos, baleado no dia 1º de setembro deste ano durante tentativa de assalto à residência do policial no Matapuã, em Aracaju.

As investigações estão praticamente concluídas, mas ainda faltam alguns detalhes, segundo o delegado Nélio Bicalho. O delegado prefere não oferecer maiores detalhes, não informou quantas pessoas estariam envolvidas neste crime, mas garante que já possui uma linha de investigação definida e explica que qualquer informação neste momento poderá atrapalhar o curso da investigação.

Até o momento há três pessoas envolvidas neste crime, pelo menos divulgadas. Dois suspeitos morreram: um deles, Gedson dos Santos, 24, baleado durante a troca de tiros com a vítima no momento do assalto à chácara, e o outro, José Lucas Bazi dos Santos, conhecido como Lagamel, foi morto em um confronto com a polícia ocorrido no dia 7 de setembro no município de Fátima, no Estado da Bahia.

Mais recentemente, um adolescente se apresentou na companhia da mãe e de um advogado. O delegado promete concluir a investigação em curto espaço de tempo.

Por Cassia Santana

Comentários