Polícia ouve pessoas que participaram de festa na Croa do Goré

0
Festa ocorreu no mês de julho deste ano (Foto: Enviada por internauta)

A Polícia Civil ainda não concluiu o inquérito policial que apura a realização de uma festa promovida em julho deste ano na Croa do Goré -ilha turística que surge com a maré baixa no Rio Vaza-Barris.

De acordo com a Secretaria de Segurança Pública (SSP), o caso está sendo investigado pelo delegado Wellington Fernandes que já ouviu dez pessoas que participaram do churrasco. O delegado também identificou outros participantes do evento, no entanto, ainda não foram localizados para prestar depoimentos.

A polícia não divulgou o teor dos depoimentos, já que o procedimento policial é sigiloso, mas garantiu que após os depoimentos e realização de todas as diligências o processo policial será encerrado e encaminhado à Justiça.

A Capitania dos Portos de Sergipe também investiga a realização da festa. Ainda de acordo com a Capitania dos Portos de Sergipe, cabe à Marinha do Brasil assegurar o cumprimento, por tripulantes e passageiros, da lei que regulamenta a segurança do tráfego aquaviário. Se houver infração à lei, a Capitania dos Portos notificará os condutores.

Relembre

Nos vídeos compartilhados em redes sociais, é possível observar diversas pessoas reunidas na Croa do Goré, sem máscaras e próximas umas das outras, descumprindo as medidas de distanciamento mínimo. No local também havia mesas plásticas, churrasqueiras, louças e outros materiais que indicam que o evento foi planejado.

A Croa do Goré é um pequeno banco de areia que surge conforme a vazão da maré, no Rio Vaza-Barris. Para chegar ao local, os visitantes utilizam embarcações próprias ou alugadas na Orla Pôr do Sol. Esse também é um ponto investigado pelas autoridades.

por Aisla Vasconcelos

 

Comentários