Polícia pede que família de criança alvejada em Socorro preste B.O

0
Segundo informações da SSP, até o momento os familiares da criança não registraram o boletim de ocorrência (Foto: Arquivo Infonet)

O Departamento de Crimes Contra o Patrimônio (Depatri) ainda não localizou os familiares do menino de 2 anos que foi atingido na região da cabeça durante um assalto em Nossa Senhora do Socorro. Segundo informações da assessoria de comunicação da Secretaria de Segurança Pública (SSP/SE), a criança foi alvejada no último dia 24 mas nenhum boletim de ocorrência foi registrado.

De acordo com a SSP, a criança passava com a mãe pelo local no momento em que dois homens armados estavam assaltando dois jovens. Após ser atingido de raspão, o menor foi conduzido pelos familiares até o Hospital de Urgência de Sergipe (Huse), onde precisou ser submetido a um procedimento cirúrgico. A assessoria de comunicação do Huse informou que, após passar pela cirurgia, a criança recebeu alta na última terça-feira, 28, e atualmente se encontra bem.

Com a investigação em andamento, a Polícia Civil pede que os familiares da criança procurem a Delegacia para registrar um boletim de ocorrência. Além disso, informações por parte da população que possam ajudar a polícia a identificar e prender os autores podem ser repassadas para o Disque Denúncia, pelo número 181. O sigilo do denunciante é garantido.

por Juliana Melo e Ícaro Novaes

Comentários