Polícia prende assaltante em Boquim

0

Agentes da Delegacia de Polícia de Boquim, centro-sul do estado, cumpriram um mandado de prisão preventiva expedido pelo juízo da comarca local contra Luiz Kleber de Moura Araújo, o “Keu”, 24 anos, acusado por assaltos a pedestres ocorridos nas imediações do Cemitério Municipal.

Ele foi preso na Rua da Jaqueira, no centro da cidade, às 17h30 da última quarta-feira, 1º, após cerca de um mês e meio de investigação. Os policiais também fizeram buscas na residência dele e em casas de parentes, a fim de localizar um revólver calibre 38 de cor preta usado por ele nos assaltos, mas ele não foi encontrado até o fim da manhã.

Segundo o delegado Dernival Elói Tenório, “Keu” começou a ser investigado após um assalto ocorrido em 15 de julho, em uma rua deserta nas imediações do cemitério. “Na ocasião, o ‘Keu’ abordou três pessoas, colocou a arma na cabeça de uma delas e forçou as vítimas a lhe entregarem os celulares e o dinheiro que tinham”, disse ele, acrescentando que o acusado levou três aparelhos e cerca de R$ 100 em dinheiro.

Após alguns levantamentos, a partir das características descritas pelas vítimas, os policiais chegaram a “Keu”. “Ele foi reconhecido por uma das três vítimas do assalto. A partir deste reconhecimento, nós pedimos a prisão preventiva dele à Justiça. O mandado foi concedido na quarta-feira e conseguimos cumpri-lo”, disse o delegado de Boquim.

Ao ser levado à delegacia, Kleber foi reconhecido por outras duas vítimas de assaltos, também cometidos com as mesmas características nas imediações do cemitério, que segundo o delegado, é um local deserto. O primeiro crime aconteceu em 2 de agosto e o outro na última terça-feira, 31.

“Mesmo com a grande quantidade de provas que conseguimos da participação dele, o acusado nega a autoria do crime”, disse Dernival, afirmando que o dinheiro roubado “era usado para sustentar o vício do crack, porque ele é usuário da droga”.  O delegado suspeita ainda que os celulares e outros objetos roubados podem sido trocados por crack, em bocas-de-fumo da periferia da cidade.

A polícia agora fará buscas para tentar localizar, além do revólver de cor preta, os objetos roubados das vítimas. “Keu” será indiciado em três inquéritos por assalto à mão armada e está preso na carceragem da Delegacia de Boquim, à disposição da Justiça.

Fonte: Ascom/SSP

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais