Policiais civis não entrarão em greve e criam comissão

0

Em assembléia realizada na tarde desta quinta-feira, 31, às 15h na Acadepol, o Sindicato dos Policiais de Sergipe (Sinpol), discutiu pontos relativos à reestruturação do plano de cargos e salários. Ficou decidido em votação, onde participaram pouco mais de 300 policiais, que será criada uma Comissão Permanente de Negociações Sindicais, composta por seis associados. A idéia é sentar com o Governo para futuras negociações. Outro ponto importante é a garantia da não mais greve e paralisação.

A comissão vai entrar com três ações judiciais. A primeira é para que o Estado se responsabilize pela carga horária legal do policial civil que é de 120 horas. A segunda refere-se a que o Estado respeite as regras da remoção (a transferência de policiais para outras delegacias). E a terceira será ingressar na Justiça para que o Estado deixe de pagar a gratificação por periculosidade paga aos delegados de polícia.

Comentários