Preço do cimento de volta às discussões na AL

0

O cimento voltou ao debate na Assembléia Legislativa esta semana, com o deputado Garibaldi Mendonça apresentando noticiário da imprensa mineira, mostrando a escalada do aumento do preço para a saca de 50 quilos.

Em Belo Horizonte, a saca podia ser encontrada por até R$ 7,50 para o consumidor. Agora, os preços praticados atingem os R$ 11. Os aumentos começaram em abril e estão obedecendo a uma marcha lenta, porém, segura, de aumentos semanais.

O que se depreende disso é que o cartel de cimento em Sergipe resolveu reagir às investigações do Ministério Público. Como pode o mesmo cimento fabricado aqui em Sergipe ser vendido entre 15 e 18 reais para o consumidor final e a R$ em Belo Horizonte?

As fábricas sinalizam o seguinte: em vez de baixar o preço, aumentam o preço lá fora para que uma baixa forçada aqui, daqui a algumas semanas, não seja tão grande. “Cartel não dá justificativa”, diz um mineiro reclamando dos aumentos. Tem toda a razão. O sergipano que o diga. Há quem julgue que, ao final dessa quebra de preço, o cimento seja vendido aqui em Sergipe, para o consumidor final, entre 13 e 165 reais. Não é o ideal, mas menos mal…

Por Ivan Valença

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais