Previdência Social atinge cobertura recorde

0

A Previdência Social superou no ano passado a taxa de cobertura de trabalhadores em 1992, de 66,4%, e atingiu 67% – um resultado recorde –, equivalente a 56,58 milhões de contribuintes da população economicamente ativa, na faixa etária entre 16 e 59 anos.

Os dados foram divulgados nesta quarta-feira, 29, durante reunião do Conselho Nacional de Previdência Social (Conasp) e constam da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílio 2009 (Pnad), realizada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Segundo a pesquisa, a cobertura previdenciária começou a cair em 1992 e chegou ao menor índice em 2002, com o atendimento de 61,7% dos trabalhadores em atividade.

Entre os 56,58 milhões de pessoas hoje cobertas pela Previdência Social, 41,97 milhões trabalham na área urbana; 7,17 milhões são trabalhadores rurais e 6,32 milhões, servidores públicos, além de 1,1 milhão de segurados que não contribuíram para o Regime Geral de Previdência Social.

Os números do Pnad do ano passado revelam que estão fora da proteção social, na economia informal, 14,134 milhões de trabalhadores, número que em 2008 chegava a 14,913 milhões. Aderiram ao sistema no ano passado 783 mil pessoas na faixa etária de 16 a 59 anos.

Fonte: Agência Brasil

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais