Projeto Cidadãos do Mundo atende comunidade carente

0

No próximo dia 28, às 9 horas, no Centro de Atendimento Integral à Criança – Caic – do Bairro Getúlio Vargas, acontece o lançamento do Projeto “Cidadãos do Mundo – Inglês para a Comunidade”, idealizado pela ONG Moradia e Cidadania e Yázigi Internexus, com apoio das Secretarias Municipais de Educação e de Assistência Social. Esta é uma iniciativa de caráter pioneiro em Sergipe, pois promove uma união entre empresas socialmente responsáveis, organizações não-governamentais e o poder público. Além disso, trata-se de projeto formatado de maneira que seus objetivos são claramente percebidos e os resultados podem ser facilmente monitorados pelas instituições participantes e pela comunidade. O Projeto Cidadãos do Mundo vai oferecer a crianças e jovens de 9 a 17 anos a oportunidade de aprenderem a língua inglesa através de uma metodologia que se caracteriza pela ênfase na comunicação e na interação social. Os alunos serão expostos a situações do dia-a-dia, onde dialogam, trocam idéias e investigam soluções para problemas. Através deste trabalho, o projeto irá atingir dois objetivos igualmente importantes, como o ensino e aprendizagem do inglês e o desenvolvimento de pessoas para que se tornem cidadãos responsáveis e conscientes de seu papel na sociedade. A princípio, o projeto atenderá a dois segmentos de público específicos: de um lado, os jovens assistidos pela Secretaria Municipal de Ação Social através do Projeto Gurilândia e também as crianças que estudam na Escola Municipal Costa Melo, sediada dentro do Caic. O Projeto Cidadãos do Mundo já é uma realidade em 23 cidades, a exemplo de Salvador, Macapá, Vitória, São Paulo, entre outras, contando com parcerias locais com as Prefeituras e empresas privadas. Mais informações pelo telefone (0xx79) 214-1021 / 216-4133

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais