Quadrilha faz 11 pessoas reféns

0

11 pessoas reféns nesta casa (Fotos: Portal Infonet)
Quatro assaltantes fortemente armados, invadiram uma residência na cidade de São Cristóvão, na noite de terça-feira, 7, e fizeram 11 pessoas de reféns.

De acordo com o proprietário da casa, que preferiu não ser identificado, os homens chegaram ao local situado no Alto do Cristo, armados e encapuzados, por volta das 19h40. “Nós estávamos realizando um culto quando fomos surpreendidos pelos ladrões, que já chegaram ameaçando todo mundo”, revela J. G.

O proprietário ainda relatou que durante a ação, que durou cerca de 40 minutos, todas as vítimas ficaram na sala, sentadas. “Eles chegaram a disparar dois tiros, um em direção a uma criança, que não foi atingida e outro em direção a um amigo, que foi atingido de raspão na cabeça”, explica.

A quadrilha conseguiu roubar cerca de R$ 3 mil reais em espécie, além de diversos objetos, a exemplo de aparelho de DVD, aparelhos celulares e computador. “Nós estávamos aqui evocando Deus e aparece o Demônio para atormentar”, salienta o proprietário da residência.

Ainda de acordo com J.G, até a manhã dessa quarta-feira, 8, nenhuma equipe da polícia apareceu ao local, bem

Foram vários tiros na parede
como uma Unidade do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu). “ Prestamos socorro ao rapaz que foi ferido, com um carro próprio e graças a Deus ele já está bem. Fomos até a Delegacia, mas estava fechada por conta do feriado, daí ligamos para o 190[número do Centro Integrado de Operações em Segurança pública(Ciosp)], mas até agora ninguém apareceu. Será que até o Natal eles aparecem?”, alfineta a vítima.

SSP

De acordo com informações da Assessoria de Comunicação da Secretariaa de Segurança Pública

Tiros atingiram toda casa
(SSP) ,a ocorrência foi registrada pela primeira vez as 20h35 e a viatura se deslocou para o local às 20h40, cerca de 5 minutos após o chamado.

As informações ainda dão conta de que a equipe ‘Pantera 02’ da 1° Companhia do 1° batalhão foi designada para atender a ocorrência. A assessoria ainda informou que foram feitas apenas duas ligações onde a segunda foi registrada a reclamação por parte da vítima em relação a demora da viatura.

 


Por Alcione Martins e Raquel Almeida

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais