Revogação de eleição causa transtornos

0

Diversas pessoas saíram de suas casas para escolher os novos membros do Conselho Tutelar do Segundo e Quinto Distritos, que seriam realizadas no último sábado, 27. Em reunião na última quinta-feira, o Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente (CMDCA) decidiu revogar as eleições por causa das denúncias que foram formuladas ao Conselho dando conta que alguns candidatos às vagas estariam usando de abuso de poder econômico.

 

Quem foi escolher os próximos membros tutelares ficou chateado em saber somente no momento que a votação havia sido revogada. “Sai de minha casa à-toa. Eu não recebi nenhuma informação que a data havia sido modificada”, diz Maria Santos, moradora da localidade.

 

Diante das denúncias, a presidente do Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente, Glícia Salmeron, protocolou uma ação junto ao Ministério Público solicitando que todos os fatos sejam apurados. E, consequentemente, foi convocada uma reunião extraordinária do Conselho para discutir a questão.

 

Até o momento não existe data definida para a nova eleição, cujo processo atende à legislação eleitoral vigente no país.

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais