Robalo: moradores usam faixas para reclamar de mudanças no trânsito

0
Moradores colocaram faixas ao longo da rodovia (Foto: ADCAR)

Os moradores do Povoado Robalo, Zona de Expansão de Aracaju, colocaram faixas durante o final de semana, ao longo da Rodovia dos Náufragos, com mensagens direcionadas ao Governo do Estado como forma de protesto por causa das mudanças no trânsito da região.

Desde o dia 17 de janeiro que o Governo alterou o sentido da Rodovia dos Náufragos e da Rodovia José Sarney, deixando o trânsito nas vias em sentido único aos domingos e feriados. A medida adotada pelo Governo é provisória e deve perdurar até a conclusão das obras da Orla Sul.

A mudança do trânsito não agradou em nada aos moradores do Robalo que alegam que há um mês, o movimento está concentrado na Rodovia dos Náufragos, via que corta a parte central do povoado, sem que qualquer melhoria tivesse sido feita na rodovia para reduzir os transtornos e evitar acidentes.

Moradores reclamam do trânsito intenso na via após mudança (Foto: ADCAR)

De acordo com o presidente da Associação, Desportiva, Cultural e Ambiental do Robalo (ADCAR), José Firmo, a rodovia apresenta vários problemas. “A rodovia dos Náufragos, no trecho que corta o povoado Robalo, apresenta vários pontos de alagamento, não possui calçadas para pedestres, não possui sinalização adequada, não conta com fiscalização efetiva da autoridade de trânsito com jurisdição sobre a via e não conta com redutores de velocidade”, aponta.

A ideia da comunidade em protestar colocando faixas ao longo da rodovia foi uma maneira encontrada pelos moradores para tentar sensibilizar o Governo em relação as demandas locais e minimizar os transtornos causados com a mudança.

De acordo com Firmo, além do protesto com faixas, nos próximos dias, os moradores vão protocolar denúncia junto ao Ministério Público Estadual. Firmo conta que a associação já protocolou ofício junto a Departamento de Infraestrutura Rodoviária (DER), Secretaria de Turismo (SETUR) e no Batalhão de Polícia Rodoviária Estadual (BPTUR). Segundo a direção da ADCAR, até a presente data, nenhum dos órgãos do governo respondeu aos ofícios.

“Um grande protesto, de repercussão de impacto, poderá ser realizado, caso o governo de Sergipe não atenda as reivindicações dos moradores”, conclui Firmo.

Governo

A Secretaria de Turismo informou que a mudança é temporária, só acontece aos domingos e feriados das 10h às 15h, e no trecho onde estão sendo executadas as obras do projeto de urbanização da Orla Sul. Em relação ao pedido da Associação em se reunir com a Setur, a pasta informou que as portas da secretaria estão abertas para receber a comunidade e suas sugestões.

O Batalhão de Polícia Rodoviária da Polícia Militar  (BPRv) informou que a parte da via citada na matéria é de competência do Companhia de Trânsito (CPTran) da capital. O comandante da CPTran, Major Silveira, informou que nos dias em que ocorre a mudança na via, 20 policiais atuam no local orientando os condutores. O comandante disse ainda que a mudança ocorre há cinco semanas e a companhia não recebeu nenhuma reclamação dos moradores, mas se há reclamação, ele pede que os representantes da comunidade procurem as autoridades para informar quais são os problemas do local para que sejam resolvidos.

O DRE/SE informou que o ofício foi protocolado e o pedido de reunião está em trâmite. O órgão informou que talvez consiga receber os moradores na próxima semana.

Por Karla Pinheiro

 

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais