Sai laudo sobre morte de boxeador

0

Inquérito está sendo concluído na 1ª DM
Saiu o laudo sobre a morte do jovem em uma academia do bairro 13 de Julho.  O fato foi registrado no dia 7 de abril, quando o auxiliar de serviços gerais, Cristiano Cleberson Santos Maranduba, 22, foi nocauteado durante treinamento de boxe, não resistindo aos ferimentos.

De acordo com o laudo que já está em poder da Titular da 1ª Delegacia Metropolitana, Tereza Simony Nunes, a causa da morte foi traumatismo crânio-encefálico. “O laudo saiu e agora vou pegar o inquérito, analisar e concluir. Estou verificando as provas e acredito que na próxima semana estarei entregando o inquérito em juízo”, explica a delegada.

Relembre

Imagens obtidas pelo circuito interno de TV e divulgadas pela direção da academia mostram a vítima lutando contra o boxeador Davi Eliasquevici, 21, atleta patrocinado pela academia e que fazia um treinamento de combate. No momento, os dois não usavam o capacete de espuma obrigatório nos treinamentos, mas apenas luvas e protetores bucais.

Após o nocaute, Cristiano Cleberson foi socorrido e levado ao Hospital de Urgência de Sergipe (Huse), mas não resistiu aos ferimentos e faleceu.

Por Aldaci de Souza

Comentários