Sargento é baleado em tiroteio entre PM e suspeito

0
Setor de Inteligência da PM investiga tiroteio (Foto: Arquivo Portal Infonet)

Uma troca de tiros envolvendo dois policiais militares e um suposto assaltante deixou um PM ferido. O terceiro sargento George de Siqueira, da Polícia Militar de Sergipe, foi atingido na perna direita por um tiro cuja origem ainda está sendo investigada pelo Serviço de Inteligência da Polícia Militar.

A ocorrência foi registrada por volta das 20h30 na rua Armindo Guaraná, no bairro Santo Antonio, onde reside o 1º sargento Marcelo Silvestre. De acordo com informações do tenente-coronel Paulo César Paiva, chefe da 5ª Seção da PM [setor responsável pela Comunicação Social da PM], o sargento Silvestre estava em casa, percebeu movimentação estranha na rua e, apontando uma pistola, deu voz de prisão aos homens que estariam armados na rua. No momento, um dos suspeitos reagiu e houve troca de tiros envolvendo os dois policiais e o suspeito. Nesta ocorrência, o sargento George figura como vítima de uma suposta tentativa de assalto. “Ou de homicídio”, considerou Paiva. “Naquele momento [quando gritou polícia e pediu para que os homens jogassem as armas], o sargento não sabia que o sargento George estava envolvido na ocorrência”, considerou Paiva.

Segundo o tenente-coronel Paiva, o suspeito armado estaria em um veículo, um Gol de cor prata, cuja placa não foi identificada, ocupado por outros homens. O suspeito armado, segundo o tenente-coronel, teria descido do veículo e se aproximado do sargento George. Percebendo a movimentação, segundo as informações do tenente-coronel Paiva, o sargento Silvestre agiu, pediu as armas e o suspeito reagiu atirando, momento em que houve disparos oriundos das armas usadas pelos dois sargentos.

A polícia suspeita que o tiro que atingiu o sargento George tenha sido disparado pelo suspeito, que provavelmente estaria armado com um revólver calibre 39, segundo o tenente-coronel Paiva. Os outros dois policiais portavam pistolas. “Sabemos que o suspeito estava com um revólver 38 porque encontramos um projétil de calibre 38 deformado nas proximidades do local onde estava o sargento George”, observou Paiva.

De acordo com o tenente-coronel Paiva, o sargento George trabalha no 6º Batalhão de Estância, reside no bairro Santo Antonio e estaria de folga. Segundo a PM, o sargento passava a pé na avenida Armindo Guaraná, quando foi abordado pelo suspeito.

A ocorrência está sendo apurada pelo Serviço de Inteligência da Polícia Militar por envolver dois policiais militares e também será investigada por meio de inquérito policial que será instaurado pelo Departamento de Homicídios de Proteção à Pessoa (DHPP), segundo informou o tenente-coronel Paiva.

Alta

O sargento George foi atendido pela equipe do Hospital de Urgência (Huse). De acordo com informações da assessoria de comunicação da Fundação Hospitalar de Sergipe (FHS), o sargento recebeu atendimento no Pronto Socorro e na Sala de Sutura, foi avaliado e assistido pelas equipes de ortopedia e de cirurgia geral e, na manhnã desta quinta-feira, 21, recebeu alta médica.

*A matéria foi alterada às 12h18 para acréscimo de informações sobre o estado de saúde do policial baleado

Por Cássia Santana

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais