Seqüestros relâmpagos assustam sergipanos

0

Quem achava que isso não aconteceria numa cidade tão calma como Aracaju, enganou-se. A onda de seqüestros relâmpagos chegou e já foram 4 em menos de 30 dias. Os seqüestros acontecem pelo dia e as vítimas são pegas nos sinais de trânsitos ou estacionando o carro. Os bandidos circulam pela cidade e abandonam a vítima numa das saídas de Aracaju (pelo conjunto Rosa Elze ou a BR-101), levando carro, cartões de crédito, dinheiro e quaisquer objetos de valor. A maioria das vítimas são mulheres. A polícia aconselha a não reagir, evitar andar com cartões de crédito e de agências bancárias.

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais