Sergipe terá unidade de conservação ambiental

0

Na próxima terça-feira, 13, acontece consulta pública em Capela para a criação de uma Unidade de Conservação da Natureza na Mata do Junco. O evento, a ser realizado pela Secretaria de Estado do Meio Ambiente e dos Recursos Hídricos (Semarh) durante todo o dia na AABB, visa apresentar o projeto de criação da Unidade de Conservação fornecendo elementos à população local, ONGS Ambientais e outros interessados para apresentação de dúvidas e sugestões.

Segundo a superintendente de Áreas Protegidas, Biodiversidade e Florestas, Valdineide Santana, após estudos, foi constatado que a melhor opção para o local de unidade de conservação é o Refúgio de Vida Silvestre, pois, além da proteção do macaco-guigó (espécie de primata ameaçado de extinção), irá facilitar o ordenamento ao cesso dos recursos naturais, com a proteção ambiental. Afirma que o Refúgio de Vida Silvestre Mata do Junco terá como objetivos básicos proteger a Mata Atlântica e seus recursos naturais, em especial as nascentes do Riacho Lagartixo, garantindo condições para a existência do guigó (Callicebus coimbrai) e realização de pesquisas científicas, educação ambiental e ecoturismo.

Para o secretário do Meio Ambiente e dos Recursos Hídricos, Márcio Macedo, os impactos de criação dessa Unidade de Conservação são essencialmente positivos para Sergipe, pois será a primeira unidade de proteção integral voltada para a conservação do guigó e dos mananciais de água potável. Enfatiza que o que ficar acordado na audiência pública será encaminhado ao governador Marcelo Déda para sua aprovação. Esclarece ainda que o governador, aprovando, transformará em Decreto Governamental a criação da unidade de conservação da Mata do Junco.

(Com informações do site da Semarh)

 

 

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais