Servidores da Funasa querem apoio de parlamentares

0

Servidores entregarão coxinhas aos parlamentares
Os servidores da Funasa que estão em greve de fome desde o último dia 24, aguardam a chegada de parlamentares sergipanos que desembarcam esta tarde de Brasília. O objetivo é pedir apoio para que o Governo Federal atenda às reivindicações da categoria. Será entregue uma carta contendo todas as pautas, a principal delas é o cumprimento de acordos firmados em 2005.

“Esperamos que os deputados e senadores possam ajudar aos servidores da Funasa a tentar abrir a negociação com o Governo Federal. Queremos também a elaboração de emendas ao orçamento para garantir que as nossas reivindicações sejam atendidas”, explica Ricardo Nunes, presidente da Sindicato dos Servidores da Fundação Nacional da Saúde em Sergipe (Sindsfuse). Ele e outros dez servidores estão desde a última terça-feira, 24, se alimentado apenas à base de água.

‘Tíquete coxinha’

Ricardo Nunes em greve de fome desde terça-feira
Em forma de protesto pelo valor recebido pelo tíquete alimentação, apelidado de ‘tíquete coxinha’, a categoria distribuiu coxinhas em frente à sede da Funasa na manhã desta quinta-feira, 26, e guardou algumas para os parlamentares, para que se sensibilizem com a causa.

Por conto dos protestos que tem sido feitos quase diariamente na sede da Fundação, Ricardo Nunes afirma que os manifestantes estão sendo alvos de repressão. “De ontem pra hoje retiraram nossas faixas,  a cruz que colocamos na entrada da Funasa, todo o nosso material como mesas e cadeiras e impediram que passássemos a noite lá dentro, tivemos que passar a noite do lado de fora”, declara Nunes.  

O movimento da categoria prossegue a nível nacional e em Sergipe conta com o apoio de diversas entidades como CTB, Conlutas, CTPSS e diversos sindicatos.

Comentários