Sindicato diz que presídio necessita de muitas melhorias

0
Rebelião acabou no último domingo, 18 (Foto: Arquivo Infonet)

O presidente do Sindicato dos Agentes Disciplinares Penitenciários de Sergipe (Sintradispen/SE), Antônio Luiz Oliveira, conversou com a equipe do Portal Infonet nesta segunda-feira, dia 19, para falar sobre a situação vivida pelos funcionários dentro do Complexo Penitenciário Jacinto Filho (Compajaf).

Segundo Antônio Luiz Oliveira, são necessárias muitas melhorias no presídio do bairro Santa Maria. “Tem que melhorar 100%. Estamos esperando consertos, que devem ser feitos por conta dos danos causados durante a rebelião, e também melhorias no procedimentos executados lá dentro. Pedimos que os mensageiros sejam extintos. Esses mensageiros [de cada ala] são os presos que a gente libera às 7h  para começar a pegar o café e oferecer aos demais detentos de suas alas. Depois eles recolhem tudo e trazem para a gente. Em seguida, eles são liberados para voltar para as celas. Queremos que tirem a função deles porque são os agentes que devem que fazer”, conta.

Ainda segundo Antônio Luiz, os terceirizados da unidade não estão recebendo o auxílio periculosidade.

Reféns

De acordo com Antônio Luiz Oliveira, os funcionários que ficarem reféns na rebelião, ainda estão com condições psicológicas abaladas. “Por conta do cárcere privado e das ameaças de morte, as condições psicológicas deles estão abaladas. Soubemos que um dos funcionários não foi para a clínica, mas direto para casa. Estamos entrando em contato com eles, mas não estamos conseguindo”, diz.

Ainda segundo Antônio Luiz Oliveira, o sindicato continuará com as mobilizações e pretende buscar uma reunião com o secretário de Segurança Pública, João Eloy e a Superintendência Regional do Trabalho para discutir a situação dos funcionários.

Sejuc

De acordo com a assessoria de comunicação da Sejuc, os reféns e os seus familiares passaram por uma triagem e tiveram o acompanhamento da equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), Corpo de bombeiros e da própria equipe da Reviver.

Por Aisla Vasconcelos

Comentários