Tarifa de água em SE sofre reajuste e valor mínimo sobe para R$ 39,76

0
Ainda de acordo com a Deso, o novo reajuste vem sendo aplicado nas faturas emitidas a partir de 1º de fevereiro.

A Companhia de Saneamento de Sergipe (Deso) informou nesta sexta-feira, 5, que a conta mensal de água irá ficar mais cara em 2021. De acordo com a empresa, a tarifa sofrerá um reajuste de 5%. Dessa maneira, a tarifa mínima (quando o usuário consome até 10m³ por mês) passará de R$ 37,74, para R$ 39,76.

Segundo a assessoria de comunicação da Deso, o reajuste acontece anualmente e este é referente ao ano de 2020, já que o Governo de Sergipe suspendeu o aumento por conta da pandemia. Ainda de acordo com a Deso, o novo reajuste vem sendo aplicado nas faturas emitidas a partir de 1º de fevereiro.

Por fim, a Deso salienta que 64% da população do estado paga a taxa mínima.

Comparativo

Em 2019, o reajuste foi de 7,99%, alterando o valor da tarifa mínima de R$ 35,64 para R$ 37,74.

Reclamação

Apesar do aumento, alguns moradores dizem que a falta de água é constante em alguns bairros da capital. Em 26 de janeiro, por exemplo, moradores dos bairros Coqueiral e Porto Dantas bloquearam um trecho da ponte que liga Nossa Senhora do Socorro a Aracaju. Segundo José Carlos dos Santos, conhecido como ‘Carlinhos do Coqueiral’, o motivo é a falta de abastecimento na região. Após o protesto, a empresa iniciou reparos na região a fim de solucionar o problema. 

por João Paulo Schneider 

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais