Tartaruga é encontrada encalhada e com mancha de óleo em Pirambu

0

 

Tartaruga-verde foi encontrada encalhada (Fotos: Celse)
Adema diz que havia vestígios de óleo na região cervical e na cloaca da tartaruga

Uma tartaruga marinha da espécie Chelonia mydas, conhecida como tartaruga-verde, foi encontrada na manhã desta sexta-feira, 27, na Praia de Pirambu, encalhada e com manchas de óleo.

A Administração Estadual do Meio Ambiente (Adema) informou que havia vestígios de óleo na região cervical e na cloaca da tartaruga.

O animal foi resgatado pela equipe de Atendimento de Emergência das Centrais Elétricas de Sergipe (Celse). A tartaruga foi levada para o Oceanário de Aracaju, onde colocado em uma piscina de água doce para remoção de cracas e passou por exames de sangue. A tartaruga será submetida a exames de raio-X e passará por procedimento de reabilitação para devolução ao mar.

Manchas de óleo no litoral sergipano

Manchas de óleo

A mancha de óleo atinge todos os estados do Nordeste, com exceção da Bahia. Ao todo, 105 localidades de 48 municípios foram atingidas.

Em Sergipe, as manchas de óleo atingem foram encontradas em um trecho de praia na Barra dos Coqueiros, na Ilha do Rato (Pirambu) e na Ponta dos Mangues (Pacatuba).

A Celse e a Petrobras, atendendo a um pedido de apoio por parte da Adema, fizeram a a limpeza das praias, mas as manchas reapareceram em Pirambu.

Origem do óleo

Capitania dos Portos de Sergipe e a Adema recolheram amostras para análises. A Petrobras já fez análises e concluiu que o material encontrado não é produzido e nem comercializado pela empresa.

Já o Ibama apontou que o petróleo que está poluindo todas as praias do Nordeste é o mesmo. Trata-se de petróleo cru, ou seja, não se origina de nenhum derivado de óleo, como gasolina e outros.  Contudo, a sua origem ainda não foi identificada.

por Verlane Estácio com informações da Agência Brasil 

A matéria foi alterada às 12h do dia 30/09/2019 para correção. A tartaruga foi resgatada pelas equipes da Celse e não pela Petrobras como foi informado anteriormente para a equipe de jornalismo da Infonet.
Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais