Trabalhador sem terra é assassinado em Porto da Folha

0
(Foto: Ilustração/Infonet)

O trabalhador sem terra, Luiz Alves de Campos, de 47 anos, foi morto a pauladas, na noite do último sábado, 23. O assassinato ocorreu no Povoado Júlia, no município de Porto da Folha. Segundo informações da família, o crime pode estar ligado à venda ilegal de terras.

A prima da vítima, Maria de Lourdes, esteve na manhã deste domingo, 24, no Instituo Médico Legal (IML) para reconhecimento do corpo. Ela conta que Luiz Alves de Campos já tinha informado à família que estava sofrendo ameaças de morte. “Ele estava sendo contra a venda de terras do assentamento. A nossa desconfiança é de que ele tenha sido morto por isso”, relata.

A polícia de Porto da Folha confirmou o crime. De acordo com o sargento Paulo Sérgio, o assassinato do agricultor foi registrado na delegacia do município horas após o assassinato. “A informação que temos aqui na delegacia é de que houve o homicídio no Povoado Júlia, onde fica um assentamento do MST (Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra)”, afirma.

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais